Descompressão-de-órbita

O tratamento da EXOFTALMIA (olhos projetados ou protuberantes) pela Doença de Graves (uma doença auto-imune, que gera uma anomalia no funcionamento da glândula tireóide, geralmente diagnosticada pelo aumento do volume da tireóide e pelo excesso de hormônios produzidos pela glândula no sangue) é complexo e deve envolver um oftalmologista especialista em Cirurgia de Órbita.

O tratamento clínico ainda é muito restrito e ineficiente para a correção da EXOFTALMIA e, portanto, na maioria das vezes, se o paciente realmente quer ter sua aparência reabilitada, deve ser submetido à cirurgia.

DESCOMPRESSÃO DE ÓRBITA é o nome que se dá à cirurgia para correção da EXOFTALMIA (olhos saltados para fora). A DESCOMPRESSÃO DE ÓRBITA compreende uma grande variedade de técnicas e tem como objetivo dar mais espaço para o olho acomodar-se na órbita.

Dentre as técnicas, podemos citar a retirada de gordura e a ampliação óssea das paredes da órbita. A descompressão óssea pode ser de parede medial, inferior e lateral (anterior ou profunda). A técnica escolhida deve ser sob medida para cada caso. Casos de grande exoftalmia necessitam de abordagens maiores, com associação de 2 paredes e gordura, por exemplo.

Com o desenvolvimento de técnicas minimamente invasivas de cirurgia orbitária, os resultados são muito satisfatórios, com cicatrizes não expostas e curto período de pós-operatório.

Para mais informações, consulte um de nossos oftalmologistas (87) 3862-8150.

INICIE A PESQUISA E PRESSIONE ENTER PARA PROCURAR