Teste do olhinho bebê

O TESTE DO OLHINHO (ou TESTE DO REFLEXO VERMELHO) é um exame que deve ser realizado rotineiramente em bebês na primeira semana de vida, preferencialmente antes da alta da maternidade, e que pode detectar e prevenir diversas patologias oculares, assim como o agravamento dessas alterações, como uma cegueira irreversível.

Ao contrário do teste do pezinho, que é conhecido nacionalmente (até por ser obrigatório), o TESTE DO OLHINHO é menos “famoso” entre os pais. A explicação se deve ao fato de ele ainda é realizado somente em alguns estados e cidades do país.

Para alívio das mamães, o TESTE DO OLHINHO é fácil, não dói, nen sempre precisa de colírio e é rápido (de dois a três minutos, apenas). O médico oftalmologista vai ligar o oftalmoscópio, um aparelho que funciona como uma “lanterninha”, e iluminar a retina do bebê. Se os olhos do bebê estiverem saudáveis, eles vão refletir tons de vermelho, laranja ou amarelo.

Quando há alguma alteração, não é possível observar o reflexo ou sua qualidade será ruim, esbranquiçada. A comparação dos reflexos dos dois olhos também fornece informações importantes, como diferenças de grau entre olhos ou o estrabismo.

O TESTE DO OLHINHO previne e diagnostica doenças como:

  • Retinopatia da prematuridade (principal causa da cegueira infantil na América Latina)
  • Catarata congênita
  • Glaucoma
  • Retinoblastoma
  • Infecções
  • Traumas de parto
  • Cegueira

IMPORTANTE:

  • Segundo dados estatísticos, essas alterações atingem cerca de 3% dos bebês em todo o mundo.
  • O TESTE DO OLHINHO pode ser realizado por um pediatra, mas se alguma alteração for identificada, o bebê deve ser encaminhado até um oftalmologista para a realização de exames mais específicos.
  • Não deixe para depois: pelo menos 60% das causas de cegueira ou de grave sequela visual infantil poderiam ser prevenidos ou tratados se fossem detectados precocemente, antes de se agravarem. Daí a importância do TESTE DO OLHINHO.
  • O pior de tudo é que mais da metade dos casos só tem o problema descoberto quando já estão cegos ou quase cegos para o resto da vida. A Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica prevê cerca de 710 novos casos de cegueira por ano.

DICAS:

  • A mamãe e o papai podem observar as fotografias de seu filho. Se ao invés do reflexo vermelho que fica nos olhos aparecer uma mancha branca, procure um oftalmologista.
  • Pergunte ao pediatra do seu bebê quais exames que foram realizados ao seu nascimento. Se o TESTE DO OLHINHO não estiver entre eles, converse com o médico sobre a possibilidade de realizá-lo.
  • A catarata não é um problema só de idoso, não. A catarata congênita é uma patologia presente ao nascimento e uma em cada cem crianças nascidas apresenta essa alteração.

Para mais informações, consulte um de nossos oftalmologistas (87) 3862-8150. Consultas regulares evitam complicações.

INICIE A PESQUISA E PRESSIONE ENTER PARA PROCURAR